siga o margot robbie brasil em suas redes sociais!
03.11.17
Desde Tonya Harding até Nancy Kerrigan, veja como I, Tonya recria os personagens da vida real

O site Entertainment Weekly compartilhou um artigo onde eles comparam trechos do trailer de I, Tonya com os acontecimentos reais da vida de Tonya Harding. Confira abaixo:

Por dentro dos altos e baixos de Tonya Harding na grande tela:

O animado reconto de Craig Gillespie sobre os altos e baixos da famosa patinadora artística Tonya Harding pode ter várias licenças dramáticas (veja o novo trailer para uma Margot Robbie com o rosto ensanguentado fazendo careta para a câmera e em outra cena enquanto brandia uma espingarda para perseguir o ex marido de Tonya, Jeff Gillooly), mas, em sua raiz, I, Tonya é um filme cheio da rica e real história de uma problemática atleta lutando por seu lugar no mundo. Em frente, veja quão próximos os personagens do filme estão da vida real.

A ascensão de Harding ao estrelato

null

Antes de se tornar uma persona non grata no circuito profissional de patinação no gelo, Harding ganhou sua reputação através de uma série de apresentações fortes em nível internacional, ficando em primeiro lugar na Skate America em 1990 e 1992, e em segundo no Campeonato Mundial em 1991.

LaVona Golden (Allison Janney)

null

Com doenças aviárias e tudo, a personagem mais colorida de I, Tonya vem na forma da mãe abusiva, boca suja e bêbada de Harding, LaVona Golden, cuja inclinação para casacos de pele e amigos com penas ganham vida com engraçada convicção vinda da destemida Allison Janney.

Campeonato Americano de Patinação Artística de 1991

null

Considerado amplamente como seu maior ano como patinadora profissional, Harding fez um axel triplo no Campeonato Americano de Patinação Artística em 1991, se tornando a primeira americana a completar a difícil manobra na história da competição.

Jeff Gillooly (Sebastian Stan)

null

Antes da conspiração de acabar com a chance olímpica de Kerrigan, o relacionamento de Harding e Gillooly estava repleto de supostos abusos. Eles se casaram quando Harding tinha 19 anos e se divorciaram três anos depois. Ela acustou Gillooly de abusar fisicamente dela durante a união.

O incidente com Nancy Kerrigan

null

A atriz de ‘Cidades de Papel’, Caitlin Carver, interpreta um pequeno papel como Nancy Kerrigan no filme, uma performance que se destaca durante a emocionante recriação do escândalo bem documentado do joelho atacado (feito por conhecidos de Harding) que agitou o mundo dos esportes – e quase arruinou a chance de Kerrigan na competição em Lillehammer.

Shawn Eckhardt (Paul Walter Hauser)

null

Gillooly e o segurança de Harding, Shawn Eckhardt, contrataram um assaltante para executar o ataque em Kerrigan durante um de seus treinos antes da competição em Detroit. Eckhardt cumpriu pena na prisão mais tarde e foi solto em setembro de 1995. Em uma entrevista para a televisão com Diane Sawyer, Eckhardt alega que Gillooly veio até ele, inicialmente querendo “acabar com Kerrigan”, mas Eckhardt sugeriu mais tarde que uma alternativa apropriada para matá-la seria atacar sua “perna de pouso” com um objeto sem ponta. Eckhardt morreu em 2007.

Olimpíadas de Inverno de 1994

null

Apesar da grande oposição sobre continuar na competição, Harding manteve seu lugar no time americano nas Olimpíadas de Inverno de 1994 em Lillehammer, competindo no auge do famoso incidente de Nancy Kerrigan. Ela começou sua apresentação com um problema no cadarço, e implorou para os juízes darem a ela uma segunda chance, o que fizeram. Ela terminou em oitavo lugar, enquanto Kerrigan ganhou uma medalha de prata.

Harding na imprensa

null

Enquanto a imprensa cobriu sua acensão nos pódios de patinação artística, eles também atacaram ferozmente sua queda do outro lado do incidente com Kerrigan.

Harding hoje em dia

null

Gillespie constrói o filme como uma coleção de memórias ditas pelo olhar reflexivo de uma Harding mais velha e domesticada enquanto ela concede uma entrevista em uma cozinha em ruínas dentro de sua casa no subúrbio, anos após sair dos holofotes. A performance de Robbie nesses momentos sugerem uma mulher mais forte usada por um breve – mas exaustivo – momento pelo escrutínio da mídia, não muito diferente da mulher cuja vida inspirou o projeto.

Fonte | Tradução & Adaptação: Margot Robbie Brasil

postado por Mari na categoria Filmes