siga o margot robbie brasil em suas redes sociais!
15.12.16
Margot Robbie fala sobre beleza e saúde para a Harper’s Bazaar

Confiram abaixo a entrevista que Margot concedeu para Harper’s Bazaar horas antes do Gotham Film Awards no final de novembro.

HB: Qual tem sido o seu look favorito do tapete vermelho até agora?

MR: A estréia do Suicide Squad em Nova York. Eu usei um vestido de unicórnio do McQueen com um batom escuro. Esse é de longe o meu favorito.

HB: Foi uma partida para você.

MR: Sim, sim, sim. Eu sempre me visto com um estilo monocromática e muito simples e todo esse tipo de coisa. Eu vi aquele vestido e eu estava tipo, ele tem um maldito unicórnio nele. Eu tenho que usá-lo. É a coisa mais legal que eu já vi.

HB: Quando você não está com sua equipe de beleza, há algo que você é boa em fazer sozinha?

MR: Eu sinto que sou muito boa em fazer minha própria maquiagem. Eu assisti um monte de gente fazendo a minha maquiagem, então eu tenho sido capaz de avaliar o que parece bom e o que não parece. Eu posso fazer minha maquiagem com três produtos e pronto.

HB: E quanto ao seu cabelo?

MR: Eu tenho realmente cabelos de merda por isso é meio difícil de fazer bem o meu cabelo. Eu realmente preciso de um cabeleireiro para fazer o meu cabelo, se for pra parecer bom. Eu tenho uns três fios de cabelo na minha cabeça. Um hairstylist virá e irá colocar todo este cabelo falso dentro e parecerá voluptuoso e surpreendente. E eu fico tipo, ‘Deus, eu me sinto mil vezes melhor’. As pessoas estão sempre: ‘Como você tem esse cabelo saudável?’ E eu fico: ‘eu não tenho’. Meu cabelo está quebrado, é uma merda, ele se foi, mas os cabeleireiros têm malas cheias de cabelos falsos e fazem parecer incríveis.

HB: O dano é causado pelo tingimento do cabelo?

MR: É de tingimento, e também de conjuntos de rolos quentes. E se você estiver fazendo um photoshoot, há uma quantidade muito finita para fazer o seu cabelo, eles são rápidos e áspero. Está meio estragado agora. Viver em Londres, a água é realmente dura, e meu cabelo ficou ruim assim que eu me mudei pra lá. Mas você não pode realmente evitar isso.

HB: Você ainda tem que tomar banho, infelizmente.

MR: Você precisa tomar banho no final do dia.

HB: Então, falando de cabelo, com toda a seriedade, você acha que conseguiria usar ‘maria-chiquinha’ em sua vida real depois de Suicide Squad?

MR: Eu não sei. [Risos] Isso é muito engraçado, ninguém nunca me perguntou isso. Eu meio que adorei usá-los quando eu era Harley, porque você automaticamente se sente insolente e brincalhona. Eu não sei se eu conseguiria usar.

HB: Desde que você esteve em Hollywood, como sua abordagem à beleza mudou? Eu notei que você está um pouco menos bronzeada.

MR: Definitivamente menos bronzeada. Esta é a minha cor agora. Quando eu cheguei aqui, meu pigmento mudou quando eu me mudei da Austrália. Obviamente, o sol é muito quente. Eu não estou realmente em Hollywood, eu só me mudei para LA duas semanas atrás. Estou morando em Londres há três anos. Sim, estou super pálida agora. É bom porque minha pele teve uma ruptura com o sol por três anos, então provavelmente vai ajudar no envelhecimento.

HB: E crescendo na Austrália, você provavelmente estava super consciente de câncer de pele.

MR: Você é ensinado na escola. Você aprende como reconhecer um melanoma e todo esse tipo de coisa. Meus amigos aqui, eles nunca tiveram sua pele marcada e eu fiquei: ‘o quê?’ Isso é tão perigoso! Eu estava tentando me bronzear outro dia em LA e o sol não fez nada com a minha pele. Eu tinha óleo e eu mal consegui um tom de cor. Na Austrália, você fica por cinco minutos e você sai frito.

HB: Qual é a sua abordagem para a beleza e viagem? Você faz esses longos vôos para a Austrália…

MR: Eu tenho minha rotina. Isto é: assim que eu entro no avião, a eu tiro a maquiagem, toalhetes de maquiagem para tirá-la, então eu tenho essa coisa chamada Peter Thomas Roth Complexion Correction Pads. Eles são uma bomba; Eles são tão bons. Assim que eu tirei a minha maquiagem, eu limpo meu rosto com isso porque é realmente difícil de se levantar e ir ao banheiro e lavar o rosto na bacia que é do tamanho de uma xícara de chá. Uso a correção para isso. Deixo isso ficar por um segundo. Então eu passo um hidratante muito espesso e creme para os olhos. Então eu tenho um spritzer facial que eu uso durante todo o vôo para manter minha pele hidratada. Bebo litros de água. E então quando estamos prestes a pousar, eu pego minha bolsa de maquiagem e faço minha maquiagem novamente.

HB: Vamos falar sobre perfume. Você usa perfume todos os dias?

MR: Eu uso. Eu sinto que é um luxo. Eu nunca tive um perfume na minha infância e adolescência. Eu ficava tipo ‘oh, um dia quando eu for adulta e tiver dinheiro, eu vou usar perfume’. Eu tinha um perfume e eu guardava para ocasiões muito especiais. O que significava que eu nunca realmente usava. Então agora é diferente, eu posso usar perfume todos os dias. Eu posso dar ao luxo de comprar outro, tenho muita sorte de poder. Agora, quando eu tenho coisas legais, eu não guardo mais, eu tento usá-lo.

HB: Você leva com você quando você viaja?

MR: Sim, eu coloco ele dentro da bagagem. E então quando ele derrama em toda sua bagagem tudo fica com um cheiro muito bom.

HB: Todos esperam que você os dê perfume de presente agora que você é o rosto da Deep Euphoria?

MR: Eu estava pensando nisso antes. Eu estava dizendo como as mulheres em minha família usam perfumes da Calvin Klein como Obsession ou CK One. Eu estava pensando, ‘oh meu Deus, eu deveria pegar um par de garrafas extras e dar a todos no Natal.’

HB: Se eu fosse amigo do rosto de um perfume, eu ficaria como…hey.

MR: Você diria: ‘Onde está meu perfume?’ Eu tinha seis caixas, seis perfumes, quando eu voltei pra Londres porque eles deixaram depois de um dia de imprensa. Todas as minhas amigas que vieram eu perguntava: ‘Você quer um perfume?’ E elas respondiam: ‘Ok, claro’. ‘Pegue, pegue’. Eu não enviei nenhum de volta à Austrália. Vou pegar alguns para o Natal. E então vamos todos cheirar o mesmo.

HB: Eu ia perguntar – você já encontrou alguém que cheira como você?

MR: Não que cheira como eu, acho que eu nunca realmente notei isso. Há um perfume masculino que eu não sei qual é, mas eu posso senti-lo – eu sou como cão de caça – eu posso senti-lo há uma milha de distância. Eu amo tanto ele. Quando eu conheci Tom, meu namorado, ele estava usando esse perfume. Dentro de um segundo eu estava tipo, ‘Oh, você está usando esse perfume.’ E ele ‘Como você sabe disso?’ Eu fiquei tipo, ‘É o meu cheiro favorito no mundo inteiro.’ Claro que o cara dos meus sonhos estaria usando isso. Eu passei por pessoas na rua e foi assim, ele está usando.

HB: O que tem pela frente para você? Claro que você está trabalhando em I, Tonya.

MR: Nós vamos começamos a filmar em janeiro.

HB: Você começou a ter aulas de patinação artística?

MR: Eu comecei em novembro porque eu terminei o último trabalho que eu estava fazendo no Halloween. E você não pode patinar quando você está contratado para outra coisa. Eu comecei a treinar e é realmente muito difícil. É excepcionalmente difícil. Mas vamos chegar lá. Vamos ter um bom duplo, obviamente eu não posso fazer um triplo axel, não importa o quanto eu treino. Eu nunca vou ser capaz de fazer mesmo um duplo axel. Então, para os grandes saltos e truques temos um dublê de dublê. Para todo o resto será eu. Mas estou tentando aprender a dançar no gelo. Eu tentei fazer um chute no outro dia. Eu fiquei ‘ok, eu vou ter que trabalhar isso também’.

HB: Quantas horas você tem treinado?

MR: Eu treino duas horas por dia, quatro vezes por semana no momento. Nos dias em que não faço gelo, faço treinamento pessoal para tentar construir os músculos nas minhas pernas e nas costas. Porque eu estou tão fraca. Quanto mais forte, mais treino serei capaz de fazer.

HB: Você gosta de assumir papéis que são físicos?

MR: Eu gosto. Eu continuo gravitando para isso. Uma das melhores coisas sobre este trabalho é que você começa a pegar todas essas habilidades aleatórias que você nunca faria caso contrário. Eu fiz em um filme em que jogo tênis por cinco minutos e me deram cinco aulas de tênis de graça. Eu nunca tive uma aula de tênis. Eu estava tipo, isso é incrível! Quando eu teria jogado tênis? E roubando. Tenho carteirinhas reais na vida real me ensinando a tirar o relógio de alguém. Isso é muito legal – quando você faria isso? É a minha coisa favorita. Para Suicide Squad, fizemos uma cena subaquática. Eu tinha um especialista em mergulho livre para me ensinar como segurar a minha respiração por cinco minutos. Quando eu poderia dizer que posso segurar minha respiração por cinco minutos?

HB: A sua rotina de saúde e fitness está diferente agora que você está fazendo patinação artística?

MR: É praticamente o meu exercício. Quando eu não estou treinando para um papel, então eu realmente não me exercito. Eu estou tão aliviada por não ter que treinar ou ir para academia. Desde Suicide Squad e [I, Tonya] eu fiz literalmente nenhum exercício. Sempre que há um evento de tapete vermelho chegando, eu vou ver a minha treinadora em LA, eu sempre a vejo três dias antes, ‘Você pode me fazer emagrecer em três dias?’ Ela é sempre como, ‘Se você vir a mim consistentemente durante todo o ano, então sim, eu posso. Quando você vem a mim com três dias e pede para perder 10 quilos isso não vai acontecer’. Eu fico, ‘Faça o seu melhor. Por favor. Me faça emagrecer’.

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil

postado por Mari na categoria Entrevistas