Foi anunciado na tarde de hoje que Margot Robbie junto com sua empresa LuckyChap irão produzir uma série de terror baseada nos livros Ameri-Scares. Confira mais:

Margot Robbie e sua LuckyChap Entertainment estão se juntando com a Assemble Media e Warner Horizon para desenvolver a série de livros de Elizabeth Massie, Ameri-Scares, em uma antologia de terror para famílias com um espírito de viagem de carro: Cada episódio se passa em um estado diferente e foca em uma famosa lenda local ou eventos históricos assustadores.

Ameri-Scares está sendo desenvolvida como uma série para a televisão tradicional ou para um serviço de streaming. Robbie, Brett Hedblom & Josey McNamara irão produzir para a LuckyChap Entertainment, que produziu Eu, Tonya e o recente Aves de Rapina. Jack Heller & Brendan Deneen irá produzir para a Assemble Media.

“Com o Ameri-Scares nós vemos a oportunidade perfeita de mergulhar no espaço do terror, e contar o tipo de história única e assustadora que costumávamos contar um para o outro em acampamentos ou festas do pijama quando éramos crianças,” Robbie e sua companhia disseram em uma declaração. “Estamos animados para nos juntar a nossos parceiros na Assemble e Warner Horizon e trazer a série de mistérios e folclore de todo o país de Elizabeth Massie para vida.”

Massie, cujo corpo de trabalho inclui romances, ficção, poesia e não-ficção, é ganhadora duas vezes do Bram Stoker Award e Scribe Award. Crossroad Press of North Carolina publica Ameri-Scares, que é destinada para leitores do ensino fundamental (de 8 a 13 anos). Até hoje, existem 8 livros da série: Califórnia, Nova York, Virginia, Tennessee, Carolina do Norte e Maryland, todas escritas por Massie, além das edições Michigan e West Virginia escritas por Steven Mark Rainey.

“Como fãs de ficção de terror que agrada tanto adolescentes quanto adultos, soubemos assim que lemos Ameri-Scares que Elizabeth criou algo muito especial e atual,” disse Deneen, presidente do desenvolvimento literal da Assemble. “Estamos animados de trabalhar com a LuckyChap e Warner Horizon nessa nova série assustadora.”

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil

Durante o jantar especial de Once Upon a Time in Hollywood em parceria com a Levi’s, a anfitriã Margot Robbie foi entrevistada ao lado de seu colega de elenco Austin Butler para o The Hollywood Reporter. Confira:

Na noite de terça feira, Margot Robbie, Austin Butler e outros membros do elenco de Once Upon a Time in Hollywood realizaram um jantar íntimo em Hollywood para celebrar uma doação da Levi’s (muitas peças da marca foram usadas no figurino do filme) para a instituição de caridade favorita de Margot Robbie, Youngcare. A parceria foi facilitada pela agência RAD (Red Carpet Advocacy), da figurinista do filme, Arianne Philips.

Antes do jantar, Robbie, Butler e Philips sentaram com o The Hollywood Reporter para falarem sobre o papel do jeans no filme, seus momentos favoritos com a Levi’s, explicar todos os pés descalços e mais.

Qual seu momento favorito com a Levi’s?
”Estou gostando muito da minha jaqueta da Levi’s agora. Eu tenho que dizer, meu nome está nas costas e estou me sentindo muito descolada. Esse é meu momento: Agora!” disse Robbie, se referindo à jaqueta personalizada que ela estava usando com “Robbie” escrito na letra inspirada da placa de Hollywood nas costas.

Butler entrou na conversa: ”Esse é seu momento? Awww, isso é muito bom. Todos os anos no Natal, minha mãe me dava um enfeite natalino e ela escrevia a data em cada um. Quando eu tinha provavelmente 3 ou 4 anos de idade, porque acho que era em 94, assim que eu comecei a falar, eu dizia o que eu queria usar. Eu chamava Levi’s de ‘calças com bolso’, então eu disse, ‘Eu quero usar minhas calças com bolso.’ Então minha mãe pegou um par de Levi’s e costurou um pequeno jeans e então cortou a etiqueta e costurou também, e eu ainda tenho isso na minha árvore de Natal.”

”Isso é incrível, uau!” disse Robbie.

Vocês podem falar sobre o papel do jeans no filme?
”Bom, esse é o legal sobre Levi’s,” disse Philips. ”Todos nós crescemos com eles. É parte da nossa cultura. Você pensa sobre 1969 e Levi’s e o jeans foi de roupa de trabalho para moda. Era um nome e uma assinatura da cultura jovem. Existem tantas regras de vestimenta nos anos 60. Você não podia ir para a Disneyland com cabelo longo. E você não podia usar Levi’s no Musso & Frank’s em 1969, você tinha que usar uma jaqueta e uma gravata. Então, quando você vê a família Manson ou Sharon [Tate], qualquer cultura jovem, você os vê usando jeans. É como se você soubesse a qual tribo você pertencia, meio que seu próprio jeito punk rock.”

“Fazendo uma declaração sobre você!” adicionou Robbie.

”Sim, a cultura do contra,” continuou Philips. ”Protestando contra a guerra, liberdade de expressão. Levi’s está realmente na matéria da sociedade. E também é uma empresa californiana de São Francisco. Como figurinista, me pedem sempre para colocar marcas em filmes e eu não trabalho com colocação de produto, sou sempre a favor de contar uma história. Mas a Levi’s é uma das clássicas que ainda estão por perto e estou realmente orgulhosa de que consegui peças vintage nesse filme. Faz sentido porque conta nossa história e para isso que serve o figurino.”

Como o estilo de seu personagem influencia na sua performance?
”Roupas têm um efeito na psique,” disse Butler. ”Até o jeito que as botas ficaram nos meus pés, ao contrário de tênis, me fizeram me sentir de um certo jeito. Na verdade, eu usei essas botas Luchesse no filme. E só o sentimento quando você está andando e você passa por pisos de madeira e você escuta suas botas, realmente ressoa.” [O nativo de Anahein de 27 anos interpreta o personagem Charles “Tex” Watson no filme de Tarantino].

”Laurence Olivier disse que ele sempre começava um personagem dos sapatos para cima!” disse Philips.

”Sim! Uta Hagen disse que vai até às roupas íntimas!” disse Butler, se referindo à falecida atriz e famosa professora de atuação. ”E Luchesse é uma marca do Texas, na verdade!”

”Que apropriado para um texano como você!” gritou Robbie, rindo. ”Bom, eu já disse isso antes, mas eu definitivamente me atraí pelos amarelos. Amarelo é a minha cor feliz e eu queria ser feliz como a Sharon. Então há muitos figurinos nessa paleta.”

Há muitos rumores sobre os pés descalços no filme. Como isso fala com a liberdade daquela época e com a Sharon?
”Sharon aparentemente odiava usar sapatos e ela algumas vezes colocava elásticos em seus tornozelos para parecer que ela estava usando sandálias para conseguir entrar em restaurantes,” disse Robbie. ”Eu também sou assim! Sou uma garota de Gold Coast. Você pode entrar em quase todos os lugares descalça.”

”Muitas filmagens de pé em um filme de Quentin Tarantino,” disse Philips. ”Sapatos e pés descalços são importantes! Eu aprendi isso.”

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil

Em comemoração à estreia de Once Upon a Time in Hollywood, Margot Robbie organizou um jantar beneficente em parceria com a Levi’s e com o colega de elenco Austin Butler. A instituição que recebeu uma generosa doação da marca em nome da atriz foi a australiana Youngcare, e Margot explicou o motivo para o The Hollywood Reporter, confira:

A figurinista de Era Uma Vez em Hollywood, Arianne Phillips e sua consultante Carineh Martin, co-fundadoras da agência Red Carpet Advocacy (RAD), fizeram uma aparição na Levi’s Haus em Hollywood na terça feira com duas estrelas do filme de Quentin Tarantino, Margot Robbie e Austin Butler, para recepcionar um jantar beneficente. Também estavam na festa colegas de elenco incluindo Rummer Willis, Margaret Qualley, Mike Moh, Lorenzo Izzo e Mikey Madison, Madisen Beaty e a namorada de Butler, Vanessa Hudgens.

Lançada em janeiro, o objetivo da RAD é defender por bem o tapete vermelho e mais ao trazer talentos, estilistas e marcas para arrecadar fundos e consciência para a caridade. Apenas três dias antes da estreia de Once Upon a Time in Hollywood nos cinemas, a celebração honrou uma doação da Levi’s (que tem produtos predominantes no filme) para a instituição favorita de Robbie, a Youngcare de Austrália, dedicada a criar casas e suporte para jovens vivendo com deficiências.

”Na verdade, um amigo da família me contou da instituição alguns anos atrás e minha mãe trabalha com crianças deficientes, então eu cresci obviamente tendo uma conexão pessoal com os esforços que estão ao redor dessas crianças,” Robbie contou para o The Hollywood Reporter. ”E então, conforme fui ficando mais velha, algumas pessoas próximas à mim tiveram alguma deficiência no final da adolescência e começo dos vinte anos, e me ocorreu que existem poucos recursos dedicados à pessoas mais jovens (final da adolescência, nos 20 e 30 anos) e como eles podem viver com deficiência independentemente e com dignidade. Eu pesquisei um pouco e amigos da minha família me contaram sobre a Youngcare, porque eles têm apartamentos em Gold Coast, de onde eu sou, e por toda a Austrália, então obviamente há uma conexão também. É algo muito especial para mim.”

Philips adicionou: ”É uma oportunidade para nós celebrarmos nossos filmes e também as causas que são importantes para nós. Isso foi óbvio para mim porque esse era nosso filme então eu especialmente quis ter certeza de que isso iria rolar. Eu não me senti tão engajada com outro elenco e equipe como nesse filme. Eu falei com a Margot e com muitos do elenco enquanto estávamos filmando, porque eu estava desenvolvendo a RAD com Carineh, minha parceira de negócios, enquanto estávamos trabalhando no filme, então pareceu muito orgânico. Margot foi a primeira atriz com quem falei sobre nossa missão.”

Durante essa conversa inicial, Robbie mencionou a Youncare para Phillips, então a noite foi ”uma culminância completa dessa intenção,” disse Phillips.

”A indústria do cinema é completamente elevada e poderosa e possui uma voz global, e nesta noite temos pessoas se juntando por uma causa muito boa,” disse o CEO da Youngcare, Anthony Ryan. ”Queremos que os jovens com deficiência, em qualquer lugar do mundo, vivam suas vidas com independência, escolha e dignidade. Queremos que nossos jovens vivam suas vidas. Hoje é sobre celebrar esse apoio para os jovens que estiveram isolados e dar oportunidades para eles se desenvolverem e viverem a vida que eles sempre esperaram que poderiam.”

Sobre o trabalho importante de sua nova agência, Phillips disse: ”Trabalhar nesse negócio não é só privilégio, nos permite a usar plataformas para inspirar os fãs a criarem consciência, e com sorte, economizarem dinheiro para causas e caridades que acreditamos e queremos apoio. Para mim, pessoalmente, é realmente o único jeito de ser sustentável e continuar trabalhando na indústria do entretenimento – para retribuir e seguir em frente.”

Os convidados foram embora com jaquetas personalizadas da Levi’s com seus sobrenomes com a imitação da fonte da letra da placa de Hollywood, assim como no logo de Once Upon a Time in Hollywood. Uma pequena lembrança da noite histórica.

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil

Antes da premiere de Once Upon a Time in Hollywood, Margot Robbie e seus colegas de elenco, Brad Pitt e Leonardo DiCaprio, invadiram o programa do Jimmy Kimmel para convidar a platéia para a grande festa do outro lado da rua. Confira fotos e vídeos: