No início da semana, o THR noticiou que Chad Stahelski irá ajudar Cathy Yan nas refilmagens de Birds of Prey e isso causou uma confusão nas redes sociais pelo histórico não muito bom da Warner Bros. de mudar a visão dos diretores. Na tarde de hoje, o mesmo site resolveu fazer um artigo para acalmar o coração (e nervos) dos fãs e resolvemos traduzir. Embora não sejam nossas palavras, é tudo o que gostaríamos de dizer. Boa leitura!

As Aves de Rapina estão aumentando a ação. Semana passada, o The Hollywood Reporter ficou sabendo que a adaptação de Cathy Yan de Aves de Rapina (E a Fantabulosa Emancipação da Harley Quinn) da DC Comics irá receber apoio do diretor da trilogia de John Wick, Chad Stahelski. A empresa de dublês de ação de Stahelski, 87 Eleven, já estava trabalhando no filme desde que a produção começou. Enquanto a fotografia adicional está a caminho, o coordenador de ação e cineasta estará se juntando à equipe em um papel não creditado como diretor de segunda unidade para construir mais cenas de ação para o filme. Enquanto fãs esperam pelo primeiro trailer para finalmente verem Harley Quinn (Margot Robbie, Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell), Renee Montoya (Rosie Perez) e Cassandra Cain (Ella Jay Basco) em ação, a longa espera pelas cenas devem ser porque a Warner Bros. quer mostrar as elegantes sequências de ação do filme para causar uma boa primeira impressão. Embora tenha havido algumas reservas expressadas nas redes sociais, um aumento nas sequências de ação para um filme de super-heróis de rua para maiores só pode ser coisa boa.

É claro, filmagens novas são geralmente recebidos com preocupação, apesar de ser uma parte normal para a maioria das produções de estúdio. O maior filme do mundo, Avengers:Endgame, teve duas refilmagens agendadas para o outono de 2018 e primavera de 2019 e ninguém piscou um olho. Sem dúvidas, um pouco dessa preocupação se origina de como a Warner Bros. lidou com Esquadrão Suicida (2016) e Liga da Justiça (2017), resultando em cortes muito diferentes do que foi inicialmente comercializado. Mas as coisas mudaram na Warner Bros desde então, e a reestruturação do estúdio levou a algumas transições de poder que está prometendo evitar os tropeços anteriores. Embora haja, talvez, uma certa quantidade de confiança a ser conquistada pelo estúdio quando se trata das propriedades da DC, isto é, como se as visões direcionais de sucesso de Aquaman e Shazam (2019) não fossem o bastante, Aves de Rapina parece estar em mãos capazes e seguras.

O breve teaser anunciando o começo da produção de Aves de Rapina no começo do ano mostrou o estilo de Yan para o filme e algumas das escolhas cosméticas para os personagens. A estética pop-punk, com um toque de neon, não está muito longe do visual dos filmes de John Wick. Embora seja difícil saber exatamente qual o estilo e voz de Yan, seu primeiro filme, Dead Pigs ainda não recebeu distribuição nacional, há pouca dúvida que a fotografia adicional de Stahelski irá resultar em um filme com aparência coesa. O que é fundamental para acalmar alguns dos medos associados com as refilmagens, e com esse filme em particular, é que um diretor de segunda unidade é exatamente o que o título sugere, e não uma arma contratada para refazer ou refilmar o filme de Yan. Nós não temos outra situação Liga da Justiça-Joss Whedon nas nossas mãos aqui, o que parece ser a preocupação principal nas redes sociais. Stahelski tem uma longa história como diretor de segunda unidade em filmes que incluem: Capitão América: Guerra Civil (2016), Jogos Vorazes (2012) e Sherlock Holmes: O Jogo de Sombras (2011). E com o filme mais recente de John Wick, Parabellum, o que mostra o melhor trabalho de Stahelski até agora, ele é um visionário quando se trata de construir cenas de ação complicadas e consistentemente envolventes que não economizam uma gota de sangue.

Não é incomum com esses filmes de super-herói para um diretor que nunca focou em uma cena de ação antes precisar de uma ajudinha para socar certos lugares. Até mesmo Christopher Nolan, um diretor tão extraordinário quanto ele provou ser, mostrou dificuldade com as cenas mais rápidas em Batman Begins (2005). Mas com Aves de Rapina, 15 anos afastado do interesse renovado da Warner pela DC Comics, as expectativas do público em termos do que eles esperam e querem ver quando se trata de adaptação de quadrinhos estão mais elevadas do que nunca. Há uma escassez de combate de super-herói, e independentemente de o quão interessante sejam os personagens, há um desejo de deixar o público satisfeito ao trazer uma ação nos estilos do quadrinhos.

A inclusão de Stahelski praticamente garante que Aves de Rapina irá mostrar coisas que nunca vimos antes. John Wick matou um homem com um livro neste mesmo ano – eu apenas imagino o que as Aves de Rapina irão realizar com seus próprios dispositivos.

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil