A Warner Bros. anunciou na tarde de hoje que todos os seus filmes de 2021, incluindo O Esquadrão Suicida, seguirão o modelo de estreia de Mulher Maravilha 1984: eles irão para o serviço de streaming HBO Max simultaneamente com a estreia nos cinemas. O HBO Max está disponível apenas nos Estados Unidos por enquanto e no Brasil as estreia continuam apenas nos cinemas. Entenda mais sobre a mudança:

Warner Bros. está planejando uma resposta abrangente para a atual pandemia de COVID-19, que fechou vários cinemas pelo país. Depois de anunciar que Mulher Maravilha 1984 iria para o HBO Max assim como para os cinemas no dia 25 de dezembro, o estúdio decidiu um caminho similar para seu catálogo de 2021 no meio da incerteza sobre quando ir para o cinema será normal novamente.

O estúdio anunciou na quinta-feira os lançamentos para seus 17 filmes, que irão para o HBO Max por um mês que começa no mesmo dia em que estarão nos cinemas estadunidenses.

O catálogo do estúdio para 2021 inclui projetos como O Esquadrão Suicida, Matrix 4, Duna, Godzilla vs Kong e Space Jam: A New Legacy. Outros filmes incluem Little Things, Judas and the Black Messiah, Tom & Jerry, Mortal Kombat, Those Who Wish Me Dead, Invocação do Mal 3: A Ordem do Demônio, Em um Bairro de Nova York, Reminiscence, Malignant, The Many Saints of Newark, King Richard e Cry Macho.

A mudança inesperada provavelmente pegará os donos de cinemas desprevenidos e chatear um modelo que já existe há décadas. A Warner Bros. enfatiza que essas são regras apenas para a pandemia, mas uma vez que algo foi quebrado, você pode consertar? Isso também deixa preocupações sérias sobre o cinema em 2021.

Toby Emmerich, president do Warner Bros. Pictures Group, disse que a mudança seria boa para o setor teatral em uma entrevista com o The Hollywood Reporter. ”Nos permite uma estreia mundial e nacional no que pensamos ser um mercado teatral xadrez por grande parte de 2021,” Emmerich disse ao THR. ”Pensamos que, onde os cinemas estão abertos e os consumidores podem ir, muitas pessoas escolherão ir ao cinema, especialmente para grandes filmes.”

Apesar da notícia da chega das vacinas, a empresa decidiu colocar o catálogo inteiro de 2021 no HBO Max depois de consultar epidemiologistas. Emmerich disse que a mudança foi ”para garantir o máximo de filmes para o ano que pudermos para o mercado teatral mundial.”

Fontes dizem que essas discussões foram mantidas em segredo e não compartilhadas com vários exibidores. Warner Bros. provavelmente terá que concordar com termos mais generosos de donos de cinemas para evitar que boicotem seus filmes. Insiders dizem que a venda de ingressos para Mulher Maravilha 1984 está melhor do que o normal. Fontes também dizem que o estúdio não informou parceiros como a Legendary, que possui Duna e Godzilla vs. Kong, que seus filmes estavam incluídos no plano.

Emmerich não comentou sobre possíveis termos que o estúdio pode dar para os cinemas para exibir esses filmes. Ele também notou que estava animado para outros estúdios compartilharem seus próprios planos, dizendo, ”ter filmes no mundo é bom para os cinemas.”

Em uma declaração anunciando a novidade, Ann Sarnoff, CEO da WarnerMedia Studios and Networks Group, citou ”tempos sem precendentes” que ”clamam por soluções criativas.”

”Ninguém quer os filmes nas telonas mais do que nós,” disse Sarnoff. ”Nós sabemos que conteúdo novo é a força vital da exibição nos cinemas, mas nós temos que balancear isso com a realidade que a maioria dos cinemas nos Estados Unidos provavelmente irão operar com capacidade reduzida durante 2021. Com esse plano unicamente de um ano, nós podemos apoiar nossos parceiros na exibição com um fluxo constante de filmes de classe mundial, enquanto também damos aos cinéfilos que podem não ter acesso ou não estão prontos para voltar aos cinemas a chance de ver nossos incríveis filmes de 2021. Nós vemos como uma vitória dos dois lados para os amantes do cinema e exibidores, e estamos extremamente gratos a nossos parceiros cineastas por trabalharam conosco nessa resposta inovadora às circunstâncias.”

”Depois de considerar todas as opções disponíveis e a situação projetada para a ida ao cinema em 2021, nós chegamos na conclusão de que esse era o melhor jeito para a indústria de filmes da WarnerMedia pelos próximos 12 meses,” disse o CEO da WarnerMedia, Jason Kilar, em uma declaração. ”Mais importante do que isso, estamos planejando levar 17 filmes notáveis ao longo do ano, dando a eles o pode de decidir como querem aproveitar esses filmes. Nosso conteúdo é extremamente valioso, a não ser que esteja sentado em uma estante sem ser visto por alguém. Nós acreditamos que essa abordagem serve nossos fãs, exibidores e cineastas, e aumenta a experiência do HBO Max, criando valor por tudo.”

“Esse modelo de exibição híbrido nos permite apoiar nossos filmes, parceiros criativos e cinéfilos em geral durante 2021,” disse Emmerich em uma declaração. ”Nós temos uma lista fantástica e ampla de títulos de cineastas talentosos e visionários no próximo ano, e estamos animados para trazer esses filmes para o público mundial. E, como sempre, nós vamos apoiar todos nossos lançamos com campanhas de marketing inovadoras e robustas para suas estreias no cinema, enquanto também destacaremos a oportunidade única de ver nosso filme domesticamente pela HBO Max, também.”

O HBO Max só está disponível nos Estados Unidos e os lançamentos de 2021 da Warner vão para os cinemas internacionalmente como planejado. A mudança vem depois da Warner ter lançado Tenet, de Christopher Nolan, nos cinemas no meio do ano durante os desafios enfrentados por causa da pandemia.

A Universal já diminuiu o tempo dos filmes no cinema por seu plano único de locação, que foi feito por causa da pandemia.

Quando perguntado quanto tempo demorou para chegar nessa decisão e ganhar o apoio da empresa, Emmerich notou, ”Demorou um momento como uma empresa.”

”Nós temos esses filmes parados na estante,” disse Emmerich. ”Os consumidores estão famintos por conteúdo.”

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil

O DC FanDome aconteceu no sábado (22) e tivemos várias novidades sobre os projetos da DC no cinema, televisão e quadrinhos. É claro que isso inclui O Esquadrão Suicida, o próximo filme com a presença da vilã Harley Quinn, interpretada por Margot Robbie. Durante o painel de 30 minutos, o diretor respondeu perguntas de fãs e revelou os personagens presentes no novo esquadrão, além de compartilhar um vídeo dos bastidores do filme e jogar um engraçado quizz com os atores. Infelizmente, o painel ficou disponível apenas por 24 horas, mas você encontra os vídeos das prévias do filme abaixo e screencaps na nossa galeria:

A DC Comics anunciou na manhã de hoje sua própria convenção virtual durante a pandemia. A convenção vai acontecer no dia 22 de agosto a partir das 14h (horário de Brasília) e ficará disponível por 24 horas. O evento poderá ser desfrutado em várias línguas, incluindo o português do Brasil. Você poderá navegar no Multiverso da DC, explorando cinco mundos: Hall of Heroes, WatchVerse, YouVerse, KidsVerse, InsiderVerse e FunVerse, cada um com seus próprios conteúdos e atividades únicas e um dedicado para os fãs mais jovens! O elenco de The Suicide Squad foi confirmado no painel do filme e o diretor prometeu surpresas, podendo liberar o trailer no dia. Confira mais informações abaixo:

Com a Comic-Con de San Diego desse ano cancelada devido à pandemia de coronavírus, a Warner Bros. está criando seu próprio evento para divulgar sua agenda de filmes de quadrinhos e séries de televisão. O estúdio vai realizar o DC FanDome, que será transmitido gratuitamente no dia 22 de agosto começando às 14h (horário de Brasília) no site DCFanDome.com e estará disponível por 24 horas.

Esse poderá ser a prévia mais extensa até agora em um número grande projetos de alto nível, incluindo The Batman de Matt Reeves e The Suicide Squad de James Gunn, que está sendo guardado desde que terminou as filmagens em fevereiro, e ainda não lançaram fotos ou gravações. O estúdio também usará o evento para divulgar Mulher Maravilha 1984.

A Warner Bros. também promete presença de filmes da DC, incluindo Black Adam, The Flash, Liga da Justiça de Zack Snyder, Aquaman e Shazam! assim como as séries de TV, The Flash, Raio Negro, DC Super Hero Girls, Legends of Tomorrow, Stargirl, Patrulha do Destino, Harley Quinn, Lucifer, Pennyworth, Supergirl, Superman & Lois, Teen Titans GO!, Titãs, Watchmen e Young Justice: Outsiders.

O estúdio está planejando anúncios para sua divisão de jogos e quadrinhos. Em adição aos talentos do cinema e TV, os executivos que irão participar do evento incluem o produtor de TV e criador do Arrowverse Greg Berlanti, o editor da DC e CCO Jim Lee, e o chefe de cinema da DC Walter Hamada.

“Com o DC FanDome, vamos poder dar para os fãs ao redor do mundo um jeito emocionante e incomparável de se conectar com seus personagens favoritos da DC, assim como com os talentos incríveis que os trazem para vida nas páginas e telas,” disse a CEO da Warner Bros. Ann Sarnoff em uma declaração.

Pela última década, a Comic-Con tem sido o lugar principal para a Warner Bros., Marvel Studios e outros estúdios para mostrarem uma prévia dos projetos de quadrinhos e séries de TV, mas isso mudou com a convenção desse ano sendo cancelada e migrando para a internet para um número de painéis virtuais. Até agora, nenhum grande filme ou série de TV assinaram para participar da Comic-Con online, e Warner é o primeiro estúdio a anunciar seus próprios planos.

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil