Kate Young, estilista da Margot, contou para a Vogue como foram os preparativos para o Oscar com um vestido vintage da alta costura da Chanel. Confira:

A atriz indicada ao Oscar, Margot Robbie, e sua estilista poderosa de Hollywood, Kate Young, sabiam meses atrás que o vestido que ela iria usar no Oscar em fevereiro seria vintage, e isso só poderia significar uma coisa: alta costura da Chanel.

”Nós descobrimos esse vestido longo dos anos 90 nos arquivos da Chanel em dezembro de 2019. É muito similar ao vestido curto que Claudia Schiffer usou no desfile da coleção de primavera/verão de 1994 de Karl Lagerfeld, mas foi feito para um cliente, então é verdadeiramente único,” Young conta para a Vogue. ”Parecia muito a Margot – parecia muito legal.”

A aparição de Robbie no Oscar de 2020 não é a primeira vez que uma atriz de Hollywood optou por usar um vestido longo que já foi amado antes. Caso em questão: o vestido Valentino da coleção outono/inverno de 1992 que Julia Roberts usou em 2001. Young também foi a mente por trás do Dior da coleção de primavera/verão de 1954 que Natalie Portman usou para a cerimônia em 2012. A importância de um vestido vintage de alto perfil nos prêmios deste ano acrescentou pungência, no entanto, com o clima em estado de crise.

”O documentário de 2015 de Andrew Morgan, The True Cost e cada artigo que tem sido escrito sobre o sistema da moda tem afetado o jeito que todos pensamos sobre roupas,” a estilista explica. ”Eu coleciono peças vintage, então fico animada quando algo parece super novo quando é velho. E mais, eu amo tudo dos anos 90 agora.”

O vestido em si possui uma ligação com uma história pessoal da moda, a de sua dona original, assim como um vislumbre dos cofres. ”Nós sabemos de quem o vestido era originalmente porque a Chanel possui livros escritos à mão. Quando eu pego um vestido do arquivo de alta costura da casa para a Margot usar, temos que escrever no livro para quem é e quem está pedindo, o que eu acho muito legal,” Young revela. ”Para mim, isso ressalta que as roupas realmente especiais possuem uma vida que é longa e romântica.”

Os registros feitos pelas casas de alta costura ocasionalmente começam encontros da vida real, como a estilista e Natalie Portman descobriram quando conheceram a neta da mulher que originalmente era dona daquele vestido em particular da alta costura da Dior que a atriz usou em 2012 por acaso em Paris. ”Ela veio até nós e disse, ‘Você usou o vestido de debutante da minha avó no Oscar!’”

O look de alta costura vintage de Robbie não possui pouco drama ou nostalgia dos anos 90. ”É um vestido sem alças de chiffon à meia-noite, com uma saia esvoaçante e faixas nos braços (completadas com laços da Chanel), que possuem chiffon saindo deles, então parece um look com ombros-caídos,” Young explica sobre sua descoberta vintage.

A maquiagem também apoia a preferência de Robbie sobre o glamour discreto. ”Margot é tão divertida e descontraída, mas ela não é uma princesa do gelo intocável, e isso é mostrado. Seria estranho se ela aparecesse completamente montada, mas ela vai estar de batom vermelho.”

No momento em que a atriz pisa no tapete vermelho do Oscar, o importante ponto de vista 360 entra em cena. Na parte de trás do vestido, para a oportunidade de foto olhando por cima do ombro, há por volta de cem botões pequenininhos.

No entanto, o detalhe de parar o coração no vestido está no bustiê. ”Tem uma joia no vestido, uma Lápis-lazúli circular, com ouro e pérolas e um pendão de pérolas – que é o ponto focal, o que significa que não adicionamos muitas joias no look.” Aproxime-se, no entanto, para uma das maiores tendências de acessório da nova década: ”Margot possui um anel de pérolas incrível da Chanel e ela vai usar brincos pequeninhos de pérolas.”

A obsessão por pérolas confessada pela estilista vem ser parte de um renascimento maior, tanto no tapete vermelho quanto fora. ”Elas eram associadas com mulheres mais velhas e rígidas, e agora ninguém mais usa pérolas por tanto tempo que elas parecem novas e mais modernas que diamantes, que agora possivelmente possuem um problema de eco e podem “aparecer demais”. Agora, existe um tipo em Hollywood que está super feliz com a ostentação, mas também há um tipo que quer ser mais discreto e as pérolas se encaixam nisso.”

O acessório que você não verá no tapete vermelho? Os saltos vertiginosos de Robbie. ”Eu realmente amo uma plataforma tão alta quanto podemos para dar altura se você não vai ver muito dos sapatos.”

Também não haverá uma troca de vestido em alta velocidade quando a cerimônia acabar, já que a atriz está com a noite agendada. ”Ela não vai parar as festas, ela está no meio de uma filmagem e precisa ir diretamente para o set.”

”Esse é um dia bem direto para mim já que só tenho uma cliente no Oscar esse ano, o que nem sempre é o caso. Parece muito luxuoso!” Young conta para a Vogue. ”Dito isso, eu sempre sinto uma angústia, então eu não consegui dormir e acordei super cedo.”

Para a estilista, que possui clientes como Selena Gomez e Michelle Williams, o dia do Oscar vem com rituais. ”Eu geralmente tomo café da manhã com a minha equipe, e então vamos juntos para a casa da Margot para começar às 11h45 da manhã. Vamos pedir almoço em casa, porque o cabelo e a maquiagem demoram.” O resto da tarde passa tão glamourosamente quanto você espera. ”Tomamos champagne e fazemos uma mini sessão de fotos antes que a Margot saia.”

Assim que Robbie está a caminho, Young e sua equipe ligam a TV e, junto com o resto do mundo, assistem o tapete vermelho com ansiedade. ”É sempre divertido assistir ao Oscar juntos e falar sobre os looks e vestidos das pessoas.”

Os momentos finais da cerimônia marcam o final de seis semanas cansativas para os estilistas de Hollywood. ”Sempre há um ar de celebração no Oscar quando você passa pela temporada de premiações, porque é o final. Os cabeleireiros e maquiadores, assessores de imprensa, assistentes – nós nos vemos o tempo todo e não vamos fazer isso novamente por um tempo. Existe algo ótimo sobre isso, porque nós todos queremos tirar férias. Mas também há um momento onde dizemos, ‘Vou sentir falta de vocês, pessoal!’”

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil

Margot Robbie, Christian Bale e Michael B. Jordan estrelarão juntos a nova produção do diretor David O. Russell, ainda sem nome e com o enredo sendo mantido em segredo. Confira:

Margot Robbie está se juntando com o cineasta David O. Russell para seu próximo filme. A atriz está no drama ainda sem título de Russell, que também estrela Christian Bale e Michael B. Jordan.

Os detalhes do enredo estão sendo mantidos em segredo para o projeto, que o primeiro filme de Russel desde Joy, de 2015, com Jennifer Lawrence. Ele irá escrever e dirigir o novo filme de uma ideia original. New Regency irá produzir e distribuir por meio de seu acordo com a 20th Century Studios. Matthew Budman estará produzindo após trabalhar com Russell em A Trapaça e Joy.

O início da produção está planejado para abril.

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil

O USA Today visitou o set de Aves de Rapina no início de 2019 e conversou com Margot Robbie e Cathy Yan nos bastidores de uma das cenas do filme:

Harley Quinn não está aqui para alimentos orgânicos.

Em um dia ensolarada do primavera, Margot Robbie está em modo Harley Quinn no set de Aves de Rapina (Arlequina e sua Fantabulosa Emancipação) dentro do Fields Market, seu corpo pintado de branco fantasmagórico metálico em um brusco contraste com os corredores cheios de estoque colorido.

”Ugh,” resmunga a estrela de marias-chiquinhas, jogando vegetais frescos e itens sem glúten em um carrinho de compras roubado. Vestida com uma camisa branca por cima de um top neon e shorts jeans listrado, o braço de Robbie está algemado à ladra de 12 anos, Cassandra Cain (Ella Jay Basco). Cass, como ela é chamada, fica atrás dela com um capuz.

”Cheez Whiz,” Harley ordena, enquanto a jovem atriz pega um pote, adicionando na crescente pilha de marshmallows, pudins e biscoitos.

De repente, Robbie sai de personagem e entra em modo produtora. ”Eee minha algema abriu,” ela diz, levantando o pulso para mostrar uma algema de prata pendurada, a fita usada para mantê-la trancada está arrebentada. ”Eu só preciso de mais fita, então vai grudar.”

O elenco e equipe estão há quatro dias de completar as filmagens de Aves de Rapina, um projeto que Robbie, de 29 anos, tem planejado por quase meia década. Ela originou sua anti-heroína em Esquadrão Suicida de 2016, uma mistura famosa dos personagens da DC Comics que bateu e queimou durante sua chegada (deixe os 27% no Rotten Tomatoes falarem por si mesmos).

Ainda assim, a Harley de Robbie saiu como a favorita dos fãs, e a atriz pegou a oportunidade de explorar a namorada psicopata do Coringa em um nível mais profundo, convidando as personagens Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell) e a detetive Renee Montoya (Rosie Perez).

Aves de Rapina começa anunciando que o Coringa terminou com a Harley, cuja confidente mais próximo é atualmente uma hiena de estimação, Bruce. A codependente Harley, cuja vida doméstica caótica e caçadas noturnas são reveladas no filme, começa a sair de órbita.

Robbie começou a produção por sua empresa, LuckyChap Entertainment (o marido Tom Ackerley é um dos parceiros), em 2014 com o objetivo de promover mais mulheres no cinema. Produzir também a permitiu ser dona de seu próprio destino nas águas perigosas de Hollywood.

Robbie falou muito sobre o grupo de garotas que ela queria mostrar na câmera em Aves de Rapina, e com as reações brilhantes do público ao filme, muitos dizem que ela conseguiu. Essas Aves vendem solidariedade em vez de sexo, com a dose certa do jogo sujo de Gotham, violência e palavrões (Robbie insistiu muito na classificação do filme).

A cena desse dia fala sobre um ponto central no enredo de Aves de Rapina: Todos os mercenários de Gotham estão atrás de um enorme diamante, graças à uma recompensa pesada prometida pelo chefe do crime Roman Sionis (Ewan McGregor, dando tudo de si para o vilão narcisista). As rápidas mãos de Cass chegaram a ele primeiro – e quando foi presa, ela engoliu.

No mercado, as duas estão passando por um corredor de pimentas, gelatinas e mistura para bolos. ”O que estamos fazendo aqui?” Cassandra reclama.

Harley pega uma garrafa azul gigante de laxante líquido. ”Há dois modos dessa pedra sair de você. Desse jeito – ou desse jeito,” ela diz, pegando uma faca de cozinha de uma prateleira. Cass abraça a garrafa. ”E também, estou precisando fazer compras.”

No intervalo, Robbie senta-se em uma caixa de leite, comendo uma mistura de banana e grãos. Nas pausas, ela pratica uma cena de ação onde ela precisa dar um soco na virilha de um colega de elenco. ”Eu não acertei nas bolas dele de verdade, graças a Deus,” ela ri, admitindo que o dublê com quem ela praticou inicialmente passou pelo pior.

Robbie dá uma olhada em um espelho compacto para reaplicar seu próprio batom. E então ela volta ao trabalho.

Há muitas mulheres nesse set. ”Para mim, foi emocionante contar a versão de uma mulher disso,” diz a roteirista Christina Hodson. ”Eu amo a ideia de que todas essas mulheres que são nascidas em Gotham e vêm dessa parte inferior… e como te torna forte crescer nesse mundo.”

A diretora Cathy Yan assiste as cenas em um monitor de vídeo na frente de um anúncio de absorventes no Corredor 5, sem ironia. ”É um pouco raro ter tantas mulheres por trás das cenas,” Yan diz mais tarde. ”Margot, Christina e eu temos por volta da mesma idade, então nós olhamos ao redor tipo, ‘Sem a supervisão de um adulto? OK!’”

O filme foi gravado inteiramente em Los Angeles, onde Robbie vive – uma comodidade que ela não gostou, apesar de conseguir ir no escritório e ir para casa à noite. Ela não consegue se desligar tanto. ”Gosto de segregar as experiências e ter capítulos diferentes com filmes diferentes em lugares diferentes,” ela diz.

Robbie sofre de enxaqueca desde que ela tinha 8 anos; em dias de filmagens, ela aprendeu como viver com isso. ”Acontece em todos os sets. É um saco,” ela diz. Ouvir sua agenda é estonteante; a produtora e atriz recarrega a cada duas semanas ou mais ao dormir por 10 horas.

Ficar bem em uma filmagem frenética de 65 dias significa que ”em algum momento, vou acabar precisando de uma injeção intravenosa e me encher de vitaminas,” ela diz. ”Eu já estive a caminho de premières com uma injeção intravenosa no meu braço porque eu não conseguia falar, nem respirar.”

Mas se há pressão, é difícil de dizer. Toda sexta-feira no set é temática; no dia de camisas havaianas, Robbie serviu piña coladas para a equipe. ”Ela não está nem um pouco perto de quebrar,” diz a produtora Sue Kroll. ”Ela pode fazer muitos malabarismos.”

Em outubro, Coringa de Todd Phillips chegou aos cinemas com $1 bilhão ao redor do mundo e 11 indicações ao Oscar, criando uma nova e corajosa narrativa ao redor do Coringa em um universo que é tonalmente o oposto do impetuoso, irreverente e neon de Aves de Rapina.

Mas ninguém parece estar preocupado com isso.

Ao contrário do Universo Cinematográfico da Marvel da Disney, onde os filmes são planejados meticulosamente para um plano maior, muitos dos filmes do Universo da DC da Warner Bros. são filmes independentes – a vantagem sendo filmes mais versáteis e com a visão do diretor por causa disso.

Isso também se aplica para a personagem da Harley Quinn. Robbie, que viaja para o set de O Esquadrão Suicida em breve, confirma que o filme de James Gunn não fará referência aos eventos de Aves de Rapina.

Mas neste mês, o show da Harley começa.

”Você pensa tanto sobre um projeto,” diz Robbie no set que ela construiu. ”E então, quando você chega no final, de repente você fica, ‘Oh, Deus, não estou pronta para terminar!’”

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil

Conversando com a People sobre Aves de Rapina, Margot Robbie revela ter uma queda por Jurnee Smollett-Bell e não poupou elogios para a colega de elenco. Confira:

Margot Robbie se divertiu muito fazendo Aves de Rapina – e ela também fez uma amizade inspiradora com uma de suas colegas de elenco.

Enquanto falava com a People NOW, a atriz foi questionada sobre qual atriz do filme se parecia mais com sua personagem e em resposta, Robbie nomeou Jurnee Smollett-Bell que interpreta a Canário Negro.

”Ela tem esse poder inato. É algo que eu queria que a Harley se identificasse com a Canário Negro,” Robbie disse. ”Sem saber que ela é meta-humana, eu acho que a Harley pode sentir que ela é poderosa e é meio fascinada por ela.”

Ela continuou, ”E a Jurnee é assim, ela tem esse coração enorme, ela sente profundamente, mas ela tem um grande poder.” Rindo, Robbie adicionou. ”Eu meio que tenho uma queda por ela.”

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil