As Aves de Rapina fizeram sua estreia nas capas de revista e a primeira é a Total Film! Na prévia do conteúdo, Margot Robbie fala sobre as diferenças entre o filme e Esquadrão Suicida, além de novas fotos. Confira:

Aves de Rapina (Arlequina E Sua Emancipação Fantabulosa) será o primeiro filme de quadrinhos a estrear em 2020, e também é um dos mais emocionantes. Porque, como o subtítulo extravagante deixa claro, a Harley de Margot Robbie foi emancipada de seu ex-namorado, o Coringa, e se separou do Esquadrão Suicida. Agora ela está formando sua própria “gangue de garotas”…

”Eu sinto que passei tanto tempo pensando nesse filme, e trabalhando nele, que vai ser muito legal conseguir apresentá-lo para o mundo,” a produtora e estrela Robbie conta para a Total Film para a matéria de capa.

”Assim que eu comecei a conhecê-la, e me preparar para Esquadrão Suicida, eu fiquei tipo, ‘Meu Deus, tem tanta coisa que posso fazer com essa personagem,’” continua Robbie. ”Obviamente, você não pode fazer muito em um filme como Esquadrão Suicida porque tem muitos outros personagens, e você precisa ser apresentado a todos, e você também tem um grande enredo para sustentar. Então eu pensava, ‘Eu posso fazer muita coisa com ela.’”

Fonte

Margot Robbie e Cathy Yan falam sobre Aves de Rapina ser sequência de Esquadrão Suicida

Não chame Aves de Rapina de sequência. Apesar de Margot Robbie estar retornando para os cinemas como Harley Quinn desde 2016 com Esquadrão Suicida, o filme tem pouco a ver com a equipe de anti-heróis de David Ayer.

”É muito parecido com os quadrinhos quando você se encontra em um lugar totalmente diferente, e não liga diretamente com o que aconteceu antes,” Robbie diz para a Total Film. ”Mas ao mesmo tempo não é um salto gigante no tempo que você fica, ‘Oh, o que está acontecendo?’”

A diretora Cathy Yan adiciona que Aves de Rapina é ”definitivamente um filme independente” com conexões breves com Esquadrão Suicida, como a Harley usando a mesma marreta. ”Foi realmente divertido criar nosso próprio filme, e não ter que fazer uma sequência ou continuação de Esquadrão Suicida,” ela diz.

No entanto, ainda existe o questionamento de como Aves de Rapina e Esquadrão Suicida irão se relacionar com The Suicide Squad de James Gunn, que chega ao cinemas em 2021. Outro triturador do livro de regras, o filme será solto do padrão de continuações. Robbie o descreve como outra ‘iteração’ que não será uma sequência direta, bem como os cortes e mudanças dos quadrinhos.

”Em questão de tom, o mundo de David Ayer é diferente do mundo de Aves de Rapina, que é diferente do mundo do James,” ela diz. ”Então, não, não há uma conexão direta. Mas, assim como nos quadrinhos, um não cancela o outro.”

Fonte

Margot Robbie fala sobre as diferenças do set de Esquadrão Suicida e Aves de Rapina

Margot Robbie, que interpreta Harley Quinn em Esquadrão Suicida e em Aves de Rapina, falou com a Total Film sobre as diferenças entre as duas produções, descrevendo a atmosfera ”ótima” no set do próximo filme de equipe de anti-heróis da DC.

O diretor de Esquadrão Suicida, David Ayer, lamentou a reação ao filme ao estar ”criticado por algo que não era minha visão original.” Para Robbie, isso não aconteceu durante o trabalho no set, ”Durante a produção, nós nos divertimos muito,” ela diz. ”Aquele set foi super… Eu ia dizer ‘harmonioso’, mas era mais do que isso. O esquadrão realmente se uniu e conectou de um jeito que eu acho que ninguém estava esperando. E isso foi em grande parte devido ao mês intenso de ensaios que tivemos antes de filmar. Era parte do processo do David.”

Aconteceu o mesmo em Aves de Rapina? Como Robbie explica: ”Nenhum set é igual ao outro, e todo diretor tem um processo diferente. Mas nós nos conectamos de um jeito diferente. Eu acho que houve um entendimento imediato entre as mulheres. Nós podíamos reconhecer isso, ‘Isso é demais. Somos mulheres e vamos fazer isso. Que incrível!’”

Essa conexão pronta pode ser crucial para o sucesso do filme, e é uma que Robbie disse já estar presente desde o começo: ”Nós não precisamos trabalhar para encontrar um laço, porque nos demos bem de primeira. E nós fizemos testes de química no começo. Então nos conectamos muito rápido e facilmente.”

Fonte

O Fandango visitou o set de Aves de Rapina no início de ano e revelou em uma matéria todos os detalhes que viram no dia que passaram lá, incluindo o apartamento da Harley, suas roupas e muito mais. Confira:

É corajoso. É audacioso. É inteligente. É engraçado. É cheio de cereal e pêlo rosa. Uma história de origem sobre Harley Quinn e sua gangue de garotas, Aves de Rapina (estreando 6 de fevereiro) não está apenas levando os fãs para dentro da mente louca da Harley (Margot Robbie), mas para os lados não conhecidos de Gotham. Com uma fantabulosa Harley Quinn como narradora, a história explica como Harley e três das mulheres mais duronas de Gotham formam uma aliança estranha para salvar uma menina de rua (Ella Jay Basco) que está sendo perseguida pelo mafioso Roman Sionis (Ewan McGregor) e seu ajudante Victor Zsasz (Chris Messina).

Depois de Esquadrão Suicida, os fãs começaram a torcer um pouco mais pela louca e adorável Harley Quinn – mas se preparem. De acordo com a produtora Sue Kroll, Aves de Rapina é diferente de tudo o que foi feito antes. ”Eu não acho que tenha similaridades com Esquadrão Suicida, exceto que temos a Harley no papel principal… Fora isso, é uma história independente,” ela diz. ”Isso é muito corajoso.” E quando visitamos o set em Los Angeles no começo do ano, o Fandango teve uma experiência imersiva e prévia do que vem por aí. Como é o apartamento da Harley? O quão pesada é sua marreta? Qual seu lanche favorito? Aqui estão alguns pedacinhos que você só pode ver no set de Aves de Rapina.

O apartamento da Harley
Vamos montar a cena. A energia bagunçada e excêntrica da Harley é um banquete para os olhos (e bocas), e como a designer de produção K. K. Barrett diz, ”uma casinha de cachorro para onde ela se retira.” Nele, você encontra um travesseiro em formato de coração, espuma de carnaval, um macacão rosa estampado com corações no sofá, uma fita VHS do Gaguinho e uma TV antiga. ”É um lugar onde ela gosta de se aconchegar no sofá, comer besteira, ficar com sua hiena e assistir TV,” Barrett diz. Sim, ela tem uma hiena de estimação, e seu nome é Bruce.

…. E lanches
O apartamento da Harley é um lugar sagrado de besteira. É cheio de bolinhas de queijo, bolos Hostess, macarrão instantâneo, marshmallows, Twizzlers, molho de queijo e biscoitos com formato de animais, para citar alguns. O lanche da Harley favorito de Margot Robbie? Cereal. ”É um dos meus lanches favoritos,” a estrela e produtora diz. ”Eu não podia comer quando era criança, e quando eu saí de casa e tinha 17, eu não comia nada além de cereal por, provavelmente, os três primeiros meses. Café da manhã, almoço e janta.” E, curiosidade divertida, Robbie nota que a Harley comendo cereal enquanto assiste TV foi um dos momentos “chave” que ela amou dos quadrinhos e queria incorporar no filme.

O alvo
Observe o alvo no apartamento da Harley. Grosseiro, mas feminino, é preto com uma estampa floral rosa. E tem um significado. ”Ela não é uma menina tímida,” Barrett diz. ”Ela tem um alvo em suas costas, então vamos colocá-lo lá.” E ela não é a única – a jovem Cass também está com um alvo (não tão literalmente) em suas costas e é por isso que as Aves de Rapina se juntam em primeiro lugar.

A marreta icônica
Não é de admirar que a Harley come toda essa porcaria, essa marreta é pesada! Depois de segurar, chutamos entre 3 e 5kg. Mas, de acordo com o diretor de acessórios Andy Siegel, Robbie filma com três versões diferentes da marreta. ”Temos três leves que são feitas de borracha,” ele revela. ”Em Esquadrão Suicida, aparecia uma marreta que era 25% maior em apenas uma cena – é ridiculamente pesada, estupidamente pesada.”

Trilha sonora em potencial
Para realmente capturar a essência do filme, os jornalistas assistiram uma prévia das cenas do filme com a música She’s Batsh*t Crazy. A diretora Cathy Yan a selecionou para um teste de câmera para entrar na “vibe” do filme, apesar de termos sido informados que não havia sido decidido se estaria no filme. Independente disso, foi engraçado, louco e perfeito. “Dá a você um ótimo senso de atitude,” diz a produtora Sue Kroll.

A jaqueta da Harley com Fita Cuidado
Prevista para ser a fantasia de Halloween preferida em 2020, a icônica jaqueta com fita de cuidado da Harley tem um significado mais profundo. “Harley é naturalmente anárquica,” diz a figurinista Erin Benach. ”Ela vive nos limites onde as outras pessoas não ousam ir. A fita de cuidado casada com as franjas metálicas diz, ’Eu sou divertida, mas não me irrite.’”

O término com o Coringa
Após terminar com o Coringa, Harley está uma “bagunça”, de acordo com Robbie. Apesar da atriz admitir que o relacionamento ”sempre foi o que mais me confundiu” e ”levei muito tempo para entender,” esse filme mudou sua perspectiva. ”Eu posso entender o término. É algo que eu sinto que todos podem entender ou se relacionar de algum jeito,” Robbie diz. ”Mesmo que ela exploda as coisas. Tipo, eu não faço isso,” a atriz diz com uma risada sobre as ações da Harley depois do término. ”Eu entendo a motivação.”

Uma blusa que será icônica em breve
Em um ponto, os fãs verão Renee Montoya (Rosie Perez), a detetive de Gotham, em uma blusa que diz, ”Eu raspei minhas bolas para isso.” A figurinista diz que ”em seu pior momento, ela é literalmente jogada em uma pilha de lixo e é forçada a usar essa blusa triste que ela encontrou no achados e perdidos… por agora.”

A castor da Harley
A castor, chamada de Hatta, usa um tutu rosa, colar de doces e esmalte nas unhas. ”Precisava parecer velha e amada. Ela já passou por muita coisa,” diz o diretor de acessórios. Hatta originalmente usava uma tiara. Apesar de detalhes sobre Hatta sejam mantidos em segredos, temos a suspeita que é para manter os olhos abertos.

Arredores de Gotham
Essa é uma parte ainda mais sombria de Gotham, e uma que os fãs ainda não conheceram. ”Harley é um pouco mais da rua,” diz a designer de produção. ”Se isso fosse Manhattan, ela seria do Queens. Vamos ver um lado diferente.”

Amusement Mile
Uma das áreas onde o Coringa costuma ficar, o Amusement Mile é comparável ao covil do homem Oogie Boogie em O Estranho Mundo de Jack. Como um estranho parque de diversões, ele é composto por trampolins, pisos móveis, um escorregador enorme e desenhos animados femininos dinâmicos em todos os lugares. Segundo a designer de produção, é “diversão selvagem”.

O mundo de Roman
O mafioso controlador, elegante e sinistro de Gotham (interpretado por McGregor) tem vários domínios que os fãs vão explorar. Um é seu próprio lounge do Máscara Negra, onde ele comanda o show e seu negócio obscuro. A Canário (Jurnee Smollett-Bell, uma das Aves e Rapina, é sua cantora favorita por lá. Sua casa possui enormes caixas de som e objetos colecionáveis vermelhos, como estátuas de acupuntura e selvageria de cabeças e máscaras penduradas nas paredes. Ele ”precisa ter coisas que ninguém mais consegue colocar as mãos,” diz a designer de produção.

As pílulas de Roman
A personalidade de Roman é refletida em cada detalhe de seu personagem, incluindo suas pílulas. Ele tem ”dispensadores de comprimidos personalizados com comprimidos personalizados… eles são para diversão,” diz o diretor de acessórios. Algumas de suas pílulas possuem forma de corações de caveira, diamantes, dados e lábios.

Easter Eggs
O público pode esperar alguns? É claro que sim. ”Acho que tem alguns. E certamente, nós homenageamos os quadrinhos,” diz a diretora Cathy Yan. ”Fica dentro dos quadrinhos… Tudo o que fazemos é inspirado pelos quadrinhos.”

Detalhes da roupa da Harley
Quando sentou para conversar com os jornalistas diretamente do set, Robbie estava usando vários anéis de ouro, articulações sujas, maria chiquinha, shorts jeans e uma camiseta branca com “Harley Quinn” estampado. ”É como ter jóias como arma. Soco inglês,” a atriz comenta sobre suas jóias. Harley tem um soco inglês rosa peludo porque tudo o que ela tem é decorado. ”A Harley é bagunceira,” diz o diretor de acessórios. ”Ela passa muito tempo desenhando em tacos, desenhando em marretas.”

Uma bola de borracha explosiva
No set, havia uma enorme bola de TNT de aparência cartunista, feita de elásticos. Curiosidade, na verdade ela salta como as bolas de borracha das aulas de ginástica.

O gesso da Cass
Como o taco, marreta e tudo que é da Harley, a Cass usa um gesso com vários desenhos. E de acordo com o diretor de acessórios, passou por várias versões até que o gesso final foi escolhido. Ella Jay Basco passou um tempo no set fazendo gesso atrás de gesso, e em uma versão tinha a palavra com f escrita bem na frente. No final, Yan escolheu o que ela mais gostava (e a palavra com f não influenciava de um jeito ou de outro).

Emancipação
Esse é um tema do filme, e não é só a Harley que se emancipa durante a jornada. ”Ela não necessariamente faz uma amizade com as outras mulheres,” explica Yan. ”Elas se juntam e meio que se emancipam ao longo do filme.” O produtor Bryan Unkeless diz que ”elas estão se emancipando de algo, seja de circunstâncias, algum sistema patriarcal ou relacionamento emocional.”

Diversão no set
Parece que Aves de Rapina foi tão divertido de fazer como será de assistir. Enquanto observavam uma cena sendo filmada no set, Robbie e as mulheres riam de doer a barriga entre as tomadas. Robbie dançava e fazia body roll, brincando, ”Eu não me levo muito a sério, mas eu eu levo meu trabalho a sério.” O que uma de suas colegas de elenco respondeu, ”Eu gosto da sua dedicação.” Robbie mais tarde brincou sobre ”ficar bêbada com vocês, meninas… para ver como seria” na vida real. Nós imaginamos que vai ser um ótimo momento.

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Kristen Stewart Brasil

A revista W lançou hoje seu podcast chamado Five Things with Lynn Hirschberg, onde os convidados compartilham cinco coisas que tiveram impacto em suas vidas com a editora chefe da revista e a Margot foi a primeira convidada. Ouça o podcast clicando aqui e leia abaixo os destaques da conversa:

Uma pessoa que mudou sua vida: “A primeira pessoa que vem na minha mente, e não sei o motivo, é minha tia. Ela talvez seja minha pessoa favorita no mundo. Obviamente eu adoro a minha mãe e muitas pessoas na minha vida, mas minha tia é alguém especial. Ela tem uma risada ótima, daquelas que te faz rir junto e eu amo isso. Ela sempre está com um cigarro e uma bebida típica de Queensland e lembro sempre dela sentada fazendo palavras cruzadas com seu cigarro e bebida, e eu sentava para fazer palavras cruzadas com ela. Eu não sei, ela é apenas a melhor. Todo dia às 17h ela come cream cracker com queijo e ela é a melhor pessoa que eu conheço. Ela mora em Dalby e eu morava em Queensland, eram três horas de distância de carro. Recentemente, eu levei ela e meu tio para Londres para a premiere de Once Upon a Time in Hollywood e eles chegaram às 6 da manhã e às 7h ela estava no balcão com sua bebida e ela levou palavras cruzadas para fazermos. Em todos esses anos nada mudou. Ela continua a mesma.”

“Minha família provavelmente sabia que eu seria atriz porque eu era muito performática quando era criança. Eu assistia os mesmos filmes e vídeos e reencenava eles. Meus favoritos eram vários da Goldie Hawn, O Quinto Elemento e A Louca! Louca História de Robin Hood.”

Um lugar que significa muito para você: “A varanda da casa onde eu cresci. Éramos muitos na casa que não era muito grande, então eu sentava na varanda com meu copo de chá e fazia meu dever de casa. Eu fazia meu dever de casa em um árvore! Eu fazia sempre do lado de fora, dava pra ver o oceano e as montanhas. Era tão lindo.”

Você prefere a natureza ou a cidade? “Natureza, com certeza. Mas eu amei ficar na cidade quando eu me mudei para os Estados Unidos e fiz uma série chamada Pan Am…”
Lynn Hirschberg: “E você reprisa o papel em Once Upon a Time in Hollywood.”
“Sim! Quentin assistiu todos os meus trabalhos antes de me conhecer. Até Neighbours e Pan Am.”
Lynn Hirschberg: “Até seus screen tests para a W. Ele me ligou e disse que são muito bons.”
“Ele assistiu vários episódios de Neighbours e eu fiz ‘Ai, Deus. Por favor, me dê o papel mesmo assim!’ porque eu não era muito boa na época. Tem uma pequena cena de uma aeromoça da Pan Am em Once Upon a Time in Hollywood e sou eu. Você não vê meu rosto, só minhas mãos, e acho que estou fazendo uma Bloody Mary pro Leo. Foi divertido.”

“Eu também tenho essa casa na árvore… Bom, não é minha, é emprestada. Não quero dizer onde é porque é meu lugar secreto. É muito pequena e bem alta no meio de um país da Europa.”

Um objeto que significa muito para você: “Meu coelho que eu tenho desde que nasci. Eu ainda durmo com ele.”
Lynn Hirschberg: “Qual o nome do seu coelho?”
“Coelho. Está meio sujo agora e sempre que minha mãe vem me visitar dá um banho nele e costura onde precisa. O Tom sempre joga pra fora da cama porque ele acha ridículo que ainda durmo com ele, ou ele está com ciúmes porque o Coelho tem mais espaço na cama do que ele.”

“A Belle destrói tudo! Ela quase chegou perto do Coelho uma vez e eu surtei. Ela ia comer em minutos. Ela consegue comer pedra, consegue comer qualquer coisa.”

Dois momentos da sua vida que significou algo para você: “Quando eu descobri que o Papai Noel, a Fada do Dente e o Coelho da Páscoa não eram reais. Eu acho que eu tinha 8 anos e alguém falou na escola e eu cheguei em casa e perguntei pra minha mãe e ela confirmou que eles não eram reais e foi tipo um efeito dominó. E então eu cai na real e eu fiquei sentada pensando que os adultos eram diabólicos, até que ponto eles chegam pra mentir… Eu acho que foi pela primeira vez que pensei em não acreditar em tudo que eu ouvir, porque adultos mentem.”

“O Oscar foi provavelmente um dos melhores momentos da minha vida. Quando Frances McDormand ganhou, e estávamos concorrendo na mesma categoria, e ela pediu para nos levantarmos e foi muito legal. Me senti melhor do que se estivesse ganhado.”

Sobre Nicole Kidman em Bombshell: “Eu lembro de pensar, ‘Puta merda, é por isso que ela é a Nicole Kidman. No segundo que eles disseram ação, ela se tornou essa presença louca. Eu não conseguia tirar meus olhos dela. Tudo o que ela dizia, mesmo que não fosse uma fala profunda, de repente se tornava poderoso. E eu ficava ‘Uau’. Foi tão legal ver em primeira mão. Eu lembro de pensar, ‘Ok, entendo. Entendo o motivo dela ser quem é, porque isso é mágico.”

Sobre Charlize Theron em Bombshell: “Minha outra cena pesada que estou no telefone com a personagem da Kate McKinnon é muito emocionante e eu tenho uma crise nesse momento, mas a Kate precisou voltar para o SNL e eles tinham filmado a parte dela no dia anterior.”
“A Charlize não estava trabalhando nesse dia. Era dez horas da noite, na noite anterior à Ação de Graças, e ela tem filhos e tal. Ela foi para o set e fez o diálogo fora da câmera para mim para que eu conseguisse fazer a cena. Eu pensei ‘Que mulher.’ E ela estava dando tudo de si, não estava só lendo as falas, ela estava na cena comigo e eu fiquei muito impressionada com isso.”

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil

Margot Robbie participou do podcast da revista virtual Movie Maker onde falou sobre Bombshell e seus trabalhos anteriores. Clique aqui para ouvir e confira abaixo os destaques da entrevista:

Sobre Bombshell: “Quando eu aceito um projeto, geralmente é pelo personagem primeiro e depois olho para o resto. Nesse caso, eu assinei pela mensagem do filme e depois voltei e fiquei pensando quem era a Kayla e como eu iria interpretá-la. Eu não entendo ela de jeito nenhum. E eu não tinha muita experiência pessoal porque não cresci nos Estados Unidos, minha família não assistia a Fox News, eu não entendia o ponto de vista político dela. Para seu ponto de vista político, eu pesquisei muito e comecei uma conta falsa no Twitter e segui várias meninas conservadoras que são extremamente vocais nessa rede social, e isso ajudou muito. E sobre sua jornada emocional já estava mapeada. Não foi difícil me colocar no lugar dela e entender como me sentiria ou reagiria naquela situação.”

“Eu acho que o personagem se torna real para mim quando eu atuo com outros atores. Eu dependo completamente dos meus colegas de elenco quando se trata de construir um personagem porque o jeito que eles interpretam os deles afeta o meu. Eu tive muita sorte de trabalhar com os atores que trabalhei, mas sou particularmente grata obviamente por estar em uma cena com Nicole Kidman, Charlize Theron e John Lithgow. Mas eu também passei muito tempo com Kate McKinnon e eu realmente encontrei a Kayla nas minhas interações com a Kate. Ela é tão fantástica e nos demos bem imediatamente, nossas personalidades combinaram. A Kayla obviamente tem uma jornada extremamente perturbadora e desconfortável, mas também tem muita alegria, risadas e diversão nesses momentos com a personagem da Kate e foi onde ela se tornou real para mim.”

Sobre sotaques: “As pessoas não ficam mais impressionadas com isso. Eu ganhei muito crédito depois de O Lobo de Wall Street porque as pessoas achavam que eu era do Brooklyn. Eu deveria lembrá-los… Honestamente, isso é tão integral no meu processo atual, eu nem sei se eu conseguiria atuar com sotaque australiano. Eu acho tão estranho. Já me ofereceram a oportunidade antes mas eu estou tão enferrujada porque não faço isso tem tanto tempo, nem sei se consigo mais. Eu acho mais fácil improvisar com um sotaque diferente porque me distancio do personagem. Tudo o que eu puder fazer para me distanciar do personagem me ajuda muito, por isso amo quando o personagem não se parece comigo.”

Sobre trabalhos antigos: “Eu trabalhei no Subway antes de me mudar para Melbourne. Eu trabalhava em uma loja de surf, trabalhava de faxineira e no Subway enquanto estava terminando meu último ano no ensino médio. Um mês depois que me formei, consegui o trabalho em Neighbours e pedi demissão do Subway e eu lembro de 6 meses depois o Subway me pagou para fazer um comercial para eles.”

Conselho para quem quer atuar e produzir: “Vá em frente. Eles funcionam juntos lindamente. Eu costumava falar que esperava que meu papel como atriz não fosse prejudicado pelo de produtora e vice versa. Mas hoje eu acho que sou melhor nas duas coisas porque estou fazendo os dois. Eu perguntei para a Tina Fey em Whiskey, Tango, Foxtrot como era fazer os dois e ela disse que era como um casamento: se você se preparou antes, você pode aproveitar o dia. E eu levei isso no meu coração.”

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Margot Robbie Brasil